WebRádio Trindade Santa: Fevereiro 2010

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

As tentações nossas de cada dia

Quem nunca foi tentado ao longo da vida? Até Jesus foi tentado; quem somos nós para não sê-lo? Entre nós e Jesus, porém, há grande diferença: ele soube vencer as tentações e não se deixou levar pelo diabo, ao passo que nós com dificuldade conseguimos vitórias sobre as provações e, com frequência, a ela sucumbimos.

As três tentações apresentadas no evangelho (Lc 4,1-13) são apenas simbólicas, englobam as seduções que Jesus enfrentou ao longo da vida. Vejamos o que poderia significar.

Primeira tentação dispor dos bens para o próprio prazer. O diabo pede que Jesus mude as pedras em pão; outros desejam transformá-las em ouro...Os bens básicos da vida - alimentação, saúde, moradia, educação - devem estar disponíveis para todos e servir para a promoção humana. Isso, porém, não se dá num passe de mágica; exige empenho de toda sociedade e desprendimento de cada um. Nossa relação com a natureza não deve se basear na ganância e na depredação, mas no respeito, para que continue suprindo as necessidades básicas da pessoa.

Segunda tentação: querer manipular o próximo. Prostrar-se diante do outro é submeter-se a ele. O espírito de dominação é muito forte dentro de nós. NOssa posição social ou nosso poder podem nos levar a nos impor sobre os outros. Quando nos curvamos diante das riquezas, tornamo-nos insensíveis aos irmãos e, quando nos submetemos aos outros, tornamo-nos escravos deles.

Terceira tentação: tornar Deus um joguete nas mãos do homem. Não podemos manipular Deus segundo nosso caprichos, pô-lo a prova como fez o diabo. Diante das dificuldades, muitas vezes pedimos que prove sua existência com algum milagre a nosso favor. A exemplo de Jesus, não devemos exigir provas do amor de Deus para conosco. Não podemos sentir sua presença somente nos momentos favoráveis.

Fortalecidos pela palavra de Deus, a exemplo de Jesus, temos condições de vencer as falsas seduções que nos põem à prova diariamente.

Pe. Nilo Luza,ssp

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Papa abre Quaresma e pede rejeição a "estilo de vida superficial"

Cidade do Vaticano, 17 fev (EFE).- O papa Bento XVI disse hoje que a Quaresma é um tempo de conversão, o que significa rejeitar a "fácil superficialidade" que caracteriza nosso estilo de vida, "que nos faz escravos do mal".

"Conversão é ir contra a corrente, onde a corrente é o estilo de vida superficial, incoerente e ilusório, que muitas vezes nos arrasta, nos domina, nos faz escravos do mal e prisioneiros da mediocridade moral", afirmou o pontífice diante de milhares de fiéis presentes à audiência pública das quartas-feiras.

Bento XVI, que dedicou a catequese da audiência à Quaresma, que começa hoje, acrescentou que a conversão mira o mais alto da vida cristã e não é uma simples decisão moral que retifica as condutas, mas sim uma escolha de fé "que nos leva à íntima unidade com Jesus".

"A liturgia da quaresma nos lembra a morte, exortando ao realismo e à sabedoria e nos encoraja a acolher e viver a novidade inesperada que a fé cristã revela na realidade da morte", acrescentou o papa.

Ainda hoje, o papa seguirá até a basílica de Santa Sabina, em Roma, para comandar os ritos da Quarta-Feira de Cinzas, que abrem o tempo da Quaresma.

Campanha da Fraternidade reflete sobre Economia e Vida


Campanha da Fraternidade será ecumênica pela terceira vez
A Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE) 2010 começa nesta Quarta-feira de Cinzas, 17, dia que marca o início da Quaresma.

É a terceira vez que a CF acontece de forma ecumênica, a exemplo dos anos 2000 e 2005. A organização está sob responsabilidade do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic), integrado pela Igreja Católica Apostólica Romana, Igreja Presbiteriana Unida do Brasil, Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, Igreja Episcopal Anglicana do Brasil e Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia.

Com o tema "Economia e Vida" e o lema "Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro" (Mt 6, 24), a Campanha busca ajudar a sociedade a construir uma economia que esteja a serviço da vida.

Escolhido há dois anos, o tema será debatido num contexto de crise mundial financeira, deflagrada no final de 2008, e de eleições. No centro das reflexões propostas pelas Igrejas está a concepção de uma economia a serviço da vida, no respeito à dignidade da pessoa humana e ao planeta Terra.

"O Conic não quer limitar-se a criticar sistemas econômicos. Principalmente, espera que a Campanha mobilize Igrejas e sociedade a dar respostas concretas às necessidades básicas das pessoas e à salvaguarda da natureza, a partir de mudanças pessoais, comunitárias e sociais, fundamentadas em alternativas viáveis derivadas da visão de um mundo justo e solidário", diz o texto base da Campanha.

Para alcançar os objetivos da Campanha, o Conic propõe como estratégias "denunciar a perversidade de todo modelo econômico que vise em primeiro lugar o lucro". Aconselha, ainda, "educar para a prática de uma economia de solidariedade", além de conclamar toda a sociedade "para ações sociais e políticas" que levem a uma economia de solidariedade.

O Tempo da Quaresma, em que é realizado a Campanha, favorece a conversão "social, eclesial, comunitária e pessoal", de acordo com o Conic.


Abertura da CFE

Em Brasília, dois atos marcam a abertura oficial da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2010 (CFE) nesta Quarta-feira de cinzas. O primeiro é uma coletiva de imprensa, às 14h, na igreja Luterana. Todos os presidentes das igrejas membros do Conic estarão presentes. Já no Santuário Dom Bosco, às 19h30min, as cinco igrejas se reúnem para uma celebração ecumênica.


Confira os objetivos da CFE 2010

Objetivo geral:
Colaborar na promoção de uma economia a serviço da vida, fundamentada no ideal da cultura da paz, a partir do esforço conjunto das Igrejas Cristãs e de pessoas de boa vontade, para que todos contribuam na construção do bem comum em vista de uma sociedade sem exclusão.

Objetivos específicos:
1. Sensibilizar a sociedade sobre a importância de valorizar todas as pessoas que a constituem;
2. Buscar a superação do consumismo, que faz com que ‘ter’ seja mais importante do que as pessoas;
3. Criar laços entre as pessoas de convivência mais próxima em vista do conhecimento mútuo e da superação tanto do individualismo como das dificuldades pessoais;
4. Mostrar a relação entre fé e vida, a partir da prática da justiça como dimensão constitutiva do anúncio do evangelho;
5. Reconhecer as responsabilidades individuais diante dos problemas decorrentes da vida econômica, em vista da própria conversão.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Mais que transubstanciação – Por Tais Bueno


Transubstanciação é a mudança de uma matéria em outra. Na igreja católica, propriamente se refere á mudança da substância pão e vinho em corpo e sangue de Jesus. Mas, o que me apaixona nesse milagre todo no altar é o momento que o sacerdote coloca a água no vinho. O vinho não vai representar, mas se tornar o próprio sangue de Cristo, e a água... É o meu e o seu pecado; é nossa humanidade.

Reparem na preocupação que o sacerdote tem em colocar a menor quantidade possível de água no vinho. Porque é assim mesmo, é essa a realidade... O meu pecado é pra Jesus uma simples gota dentro do oceano da sua misericórdia. Isso não é pra mim qualquer coisa, é o maior ato de amor e compaixão que posso receber. É quando DEUS me olha e me diz: “meu amor por ti ultrapassa tudo, meu sangue derramado por ti cobre a imensidão dos teus pecados.”

Depois que eu soube disso, a missa pra mim jamais foi à mesma.





Vamos orar um pouquinho?

Senhor Jesus, eu quero ter um coração sempre grato á Ti, ao Teu amor, e á Tua misericórdia, pois Teu amor sem limites me resgata da situação de pecado que vivo seja ela qual for. Eu me reconheço pecador, mas eu sei Senhor, que teu amor misericordioso é ilimitado e faz de todos os meus pecados uma só gota em todo teu sangue por mim derramado. Louvado sejas Tu Senhor. Amém




Feliz o homem que reflete o que vive.

Como tem sido sua experiência com a misericórdia de Jesus?



Tais BuenoVocacionada Vida Missão Rio Claro - SP

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...