WebRádio Trindade Santa: Março 2010

terça-feira, 30 de março de 2010

EVANGELHO DO DIA 31 DE MARÇO DE 2010

Evangelho (Mateus 26,14-25)
Quarta-Feira, 31 de Março de 2010
Semana Santa


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 14um dos doze discípulos, chamado Judas Iscariotes, foi ter com os sumos sacerdotes 15e disse: “Que me dareis se vos entregar Jesus?” Combinaram, então, trinta moedas de prata. 16E daí em diante, Judas procurava uma oportunidade para entregar Jesus.
17No primeiro dia da festa dos Ázimos, os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram: “Onde queres que façamos os preparativos para comer a Páscoa?” 18Jesus respondeu: “Ide à cidade, procurai certo homem e dizei-lhe: ‘O Mestre manda dizer: o meu tempo está próximo, vou celebrar a Páscoa em tua casa, junto com meus discípulos’”.
19Os discípulos fizeram como Jesus mandou e prepararam a Páscoa. 20Ao cair da tarde, Jesus pôs-se à mesa com os doze discípulos. 21Enquanto comiam, Jesus disse: “Em verdade eu vos digo, um de vós vai me trair”. 22Eles ficaram muito tristes e, um por um, começaram a lhe perguntar: “Senhor, será que sou eu?”
23Jesus respondeu: “Quem vai me trair é aquele que comigo põe a mão no prato. 24O Filho do Homem vai morrer, conforme diz a Escritura a respeito dele. Contudo, ai daquele que trair o Filho do Homem! Seria melhor que nunca tivesse nascido!” 25Então Judas, o traidor, perguntou: “Mestre, serei eu?” Jesus lhe respondeu: “Tu o dizes”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

EVANGELHO DO DIA 31 DE MARÇO DE 2010

Evangelho (Mateus 26,14-25)
Quarta-Feira, 31 de Março de 2010
Semana Santa


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 14um dos doze discípulos, chamado Judas Iscariotes, foi ter com os sumos sacerdotes 15e disse: “Que me dareis se vos entregar Jesus?” Combinaram, então, trinta moedas de prata. 16E daí em diante, Judas procurava uma oportunidade para entregar Jesus.
17No primeiro dia da festa dos Ázimos, os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram: “Onde queres que façamos os preparativos para comer a Páscoa?” 18Jesus respondeu: “Ide à cidade, procurai certo homem e dizei-lhe: ‘O Mestre manda dizer: o meu tempo está próximo, vou celebrar a Páscoa em tua casa, junto com meus discípulos’”.
19Os discípulos fizeram como Jesus mandou e prepararam a Páscoa. 20Ao cair da tarde, Jesus pôs-se à mesa com os doze discípulos. 21Enquanto comiam, Jesus disse: “Em verdade eu vos digo, um de vós vai me trair”. 22Eles ficaram muito tristes e, um por um, começaram a lhe perguntar: “Senhor, será que sou eu?”
23Jesus respondeu: “Quem vai me trair é aquele que comigo põe a mão no prato. 24O Filho do Homem vai morrer, conforme diz a Escritura a respeito dele. Contudo, ai daquele que trair o Filho do Homem! Seria melhor que nunca tivesse nascido!” 25Então Judas, o traidor, perguntou: “Mestre, serei eu?” Jesus lhe respondeu: “Tu o dizes”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

EVANGELHO DO DIA 30 DE MARÇO DE 2010

Evangelho (João 13,21-33.36-38)
Terça-Feira, 30 de Março de 2010
Semana Santa



— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, estando à mesa com seus discípulos, 21Jesus ficou profundamente comovido e testemunhou: “Em verdade, em verdade vos digo, um de vós me entregará”. 22Desconcertados, os discípulos olhavam uns para os outros, pois não sabiam de quem Jesus estava falando.
23Um deles, a quem Jesus amava, estava recostado ao lado de Jesus. 24Simão Pedro fez-lhe um sinal para que ele procurasse saber de quem Jesus estava falando. 25Então, o discípulo, reclinando-se sobre o peito de Jesus, perguntou-lhe: “Senhor, quem é?”
26Jesus respondeu: “É aquele a quem eu der o pedaço de pão passado no molho”. Então Jesus molhou um pedaço de pão e deu-o a Judas, filho de Simão Iscariotes. 27Depois do pedaço de pão, Satanás entrou em Judas. Então Jesus lhe disse: “O que tens a fazer, executa-o depressa”.
28Nenhum dos presentes compreendeu por que Jesus lhe disse isso. 29Como Judas guardava a bolsa, alguns pensavam que Jesus lhe queria dizer: ‘Compra o que precisamos para a festa’, ou que desse alguma coisa aos pobres. 30Depois de receber o pedaço de pão, Judas saiu imediatamente. Era noite.
31Depois que Judas saiu, disse Jesus: “Agora foi glorificado o Filho do Homem, e Deus foi glorificado nele. 32Se Deus foi glorificado nele, também Deus o glorificará em si mesmo, e o glorificará logo. 33Filhinhos, por pouco tempo estou ainda convosco. Vós me procurareis, e agora vos digo, como eu disse também aos judeus: ‘Para onde eu vou, vós não podeis ir’”.
36Simão Pedro perguntou: “Senhor, para onde vais?” Jesus respondeu-lhe: “Para onde eu vou, tu não me podes seguir agora, mas seguirás mais tarde”. 37Pedro disse: “Senhor, por que não posso seguir-te agora? Eu darei a minha vida por ti!” 38Respondeu Jesus: “Darás a tua vida por mim? Em verdade, em verdade te digo: o galo não cantará antes que me tenhas negado três vezes”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

EVANGELHO DO DIA 30 DE MARÇO DE 2010

Home cancaonova.comSanto do diaHomilia diáriaPedido de oraçãoClube da evangelizaçãoEvangelho (João 13,21-33.36-38)
Terça-Feira, 30 de Março de 2010
Semana Santa



— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, estando à mesa com seus discípulos, 21Jesus ficou profundamente comovido e testemunhou: “Em verdade, em verdade vos digo, um de vós me entregará”. 22Desconcertados, os discípulos olhavam uns para os outros, pois não sabiam de quem Jesus estava falando.
23Um deles, a quem Jesus amava, estava recostado ao lado de Jesus. 24Simão Pedro fez-lhe um sinal para que ele procurasse saber de quem Jesus estava falando. 25Então, o discípulo, reclinando-se sobre o peito de Jesus, perguntou-lhe: “Senhor, quem é?”
26Jesus respondeu: “É aquele a quem eu der o pedaço de pão passado no molho”. Então Jesus molhou um pedaço de pão e deu-o a Judas, filho de Simão Iscariotes. 27Depois do pedaço de pão, Satanás entrou em Judas. Então Jesus lhe disse: “O que tens a fazer, executa-o depressa”.
28Nenhum dos presentes compreendeu por que Jesus lhe disse isso. 29Como Judas guardava a bolsa, alguns pensavam que Jesus lhe queria dizer: ‘Compra o que precisamos para a festa’, ou que desse alguma coisa aos pobres. 30Depois de receber o pedaço de pão, Judas saiu imediatamente. Era noite.
31Depois que Judas saiu, disse Jesus: “Agora foi glorificado o Filho do Homem, e Deus foi glorificado nele. 32Se Deus foi glorificado nele, também Deus o glorificará em si mesmo, e o glorificará logo. 33Filhinhos, por pouco tempo estou ainda convosco. Vós me procurareis, e agora vos digo, como eu disse também aos judeus: ‘Para onde eu vou, vós não podeis ir’”.
36Simão Pedro perguntou: “Senhor, para onde vais?” Jesus respondeu-lhe: “Para onde eu vou, tu não me podes seguir agora, mas seguirás mais tarde”. 37Pedro disse: “Senhor, por que não posso seguir-te agora? Eu darei a minha vida por ti!” 38Respondeu Jesus: “Darás a tua vida por mim? Em verdade, em verdade te digo: o galo não cantará antes que me tenhas negado três vezes”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

domingo, 28 de março de 2010

EVANGELHO DO DIA 29 DE MARÇO DE 2010

Evangelho (João 12,1-11)
Segunda-Feira, 29 de Março de 2010
Semana Santa

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

1Seis dias antes da Páscoa, Jesus foi a Betânia, onde morava Lázaro, que ele havia ressuscitado dos mortos. 2Ali ofereceram a Jesus um jantar; Marta servia e Lázaro era um dos que estavam à mesa com ele. 3Maria, tomando quase meio litro de perfume de nardo puro e muito caro, ungiu os pés de Jesus e enxugou-os com seus cabelos. A casa inteira ficou cheia do perfume do bálsamo.
4Então, falou Judas Iscariotes, um dos seus discípulos, aquele que o havia de entregar: 5“Por que não se vendeu este perfume por trezentas moedas de prata, para dá-las aos pobres?” 6Judas falou assim, não porque se preocupasse com os pobres, mas porque era ladrão; ele tomava conta da bolsa comum e roubava o que se depositava nela.
7Jesus, porém, disse: “Deixa-a; ela fez isto em vista do dia da minha sepultura. 8Pobres, sempre os tereis convosco, enquanto a mim, nem sempre me tereis”.
9Muitos judeus, tendo sabido que Jesus estava em Betânia, foram para lá, não só por causa de Jesus, mas também para verem Lázaro, que Jesus ressuscitara dos mortos. 10Então, os sumos sacerdotes decidiram matar também Lázaro, 11porque por causa dele, muitos deixavam os judeus e acreditavam em Jesus.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

sábado, 27 de março de 2010

EVANGELHO DO DIA 28 DE MARÇO DE 2010 DOMINGO DE RAMOS

Evangelho (Lucas 19,28-40)
Domingo, 28 de Março de 2010
Domingo de Ramos


— O Senhor esteja convosco!
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 28Jesus caminhava à frente dos discípulos, subindo para Jerusalém. 29Quando se aproximou de Betfagé e Betânia, perto do monte chamado das Oliveiras, enviou dois de seus discípulos, dizendo: 30“Ide ao povoado ali na frente. Logo na entrada encontrareis um jumentinho amarrado, que nunca foi montado. Desamarrai-o e trazei-o aqui. 31Se alguém, por acaso, vos perguntar: ‘Por que desamarrais o jumentinho?’, respondereis assim: ‘O Senhor precisa dele’”.
32Os enviados partiram e encontraram tudo exatamente como Jesus lhes havia dito. 33Quando desamarravam o jumentinho, os donos perguntaram: “Por que estais desamarrando o jumentinho?” 34Eles responderam: “O Senhor precisa dele”. 35E levaram o jumentinho a Jesus. Então puseram seus mantos sobre o animal e ajudaram Jesus a montar. 36E enquanto Jesus passava, o povo ia estendendo suas roupas no caminho.
37Quando chegou perto da descida do monte das Oliveiras, a multidão dos discípulos, aos gritos e cheia de alegria, começou a louvar a Deus por todos os milagres que tinha visto. 38Todos gritavam: “Bendito o rei, que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória nas alturas!”
39Do meio da multidão, alguns dos fariseus disseram a Jesus: “Mestre, repreende teus discípulos!”
40Jesus, porém, respondeu: “Eu vos declaro: se eles se calarem, as pedras gritarão”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor!


Evangelho (Lc 23,1-49) (Após a Procissão de Ramos durante a Liturgia da Palavra):

Leitor 1: Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo, + segundo Lucas.

Naquele tempo, 1toda a multidão se levantou e levou Jesus a Pilatos. 2Começaram então a acusá-lo, dizendo:
Ass.: “Achamos este homem fazendo subversão entre o nosso povo, proibindo pagar impostos a César e afirmando ser ele mesmo Cristo, o Rei”.
Leitor 1: 3Pilatos o interrogou:
Leitor 2: “Tu és o rei dos judeus?”
Leitor 1: Jesus respondeu, declarando:
Pres.: “Tu o dizes!”
Leitor 1: 4Então Pilatos disse aos sumos sacerdotes e à multidão:
Leitor 2: “Não encontro neste homem nenhum crime”.
Leitor 1: 5Eles, porém, insistiam:
Ass.: “Ele agita o povo, ensinando por toda a Judeia, desde a Galileia, onde começou, até aqui”.
Leitor 1: 6Quando ouviu isto, Pilatos perguntou:
Leitor 2: “Este homem é galileu?”
Leitor 1: 7Ao saber que Jesus estava sob a autoridade de Herodes, Pilatos enviou-o a este, pois também Herodes estava em Jerusalém naqueles dias. 8Herodes ficou muito contente ao ver Jesus, pois havia muito tempo desejava vê-lo. Já ouvira falar a seu respeito e esperava vê-lo fazer algum milagre. 9Ele interrogou-o com muitas perguntas. Jesus, porém, nada lhe respondeu.
10Os sumos sacerdotes e os mestres da Lei estavam presentes e o acusavam com insistência. 11Herodes, com seus soldados, tratou Jesus com desprezo, zombou dele, vestiu-o com uma roupa vistosa e mandou-o de volta a Pilatos. 12Naquele dia Herodes e Pilatos ficaram amigos um do outro, pois antes eram inimigos.
13Então Pilatos convocou os sumos sacerdotes, os chefes e o povo, e lhes disse:
Leitor 2: 14“Vós me trouxestes este homem como se fosse um agitador do povo. Pois bem! Já o interroguei diante de vós e não encontrei nele nenhum dos crimes de que o acusais; 15nem Herodes, pois o mandou de volta para nós. Como podeis ver, ele nada fez para merecer a morte. 16Portanto, vou castigá-lo e o soltarei”.
Leitor 1: 18Toda a multidão começou a gritar:
Ass.: “Fora com ele! Solta-nos Barrabás!”
Leitor 1: 18Barrabás tinha sido preso por causa de uma revolta na cidade e por homicídio. 20Pilatos falou outra vez à multidão, pois queria libertar Jesus. 21Mas eles gritavam:
Ass.: “Crucifica-o! Crucifica-o!”
Leitor 1: 22E Pilatos falou pela terceira vez:
Leitor 2: “Que mal fez este homem? Não encontrei nele nenhum crime que mereça a morte. Portanto, vou castigá-lo e o soltarei”.
Leitor 1: 23Eles, porém, continuaram a gritar com toda a força, pedindo que fosse crucificado. E a gritaria deles aumentava sempre mais. 24Então Pilatos decidiu que fosse feito o que eles pediam. 25Soltou o homem que eles queriam — aquele que fora preso por revolta e homicídio — e entregou Jesus à vontade deles.
26Enquanto levavam Jesus, pegaram um certo Simão, de Cirene, que voltava do campo, e impuseram-lhe a cruz para carregá-la atrás de Jesus. 27Seguia-o uma grande multidão do povo e de mulheres que batiam no peito e choravam por ele. 28Jesus, porém, voltou-se e disse:
Pres.: “Filhas de Jerusalém, não choreis por mim! Chorai por vós mesmas e por vossos filhos! 29Porque dias virão em que se dirá: ‘Felizes as mulheres que nunca tiveram filhos, os ventres que nunca deram à luz e os seios que nunca amamentaram’. 30Então começarão a pedir às montanhas: ‘Cai sobre nós! e às colinas: ‘Escondei-nos!’ 31Porque, se fazem assim com a árvore verde, o que não farão com a árvore seca?”
Leitor 1: 32Levavam também outros dois malfeitores para serem mortos junto com Jesus. 33Quando chegaram ao lugar chamado “Calvário”, ali crucificaram Jesus e os malfeitores: um à sua direita e outro à sua esquerda. 34Jesus dizia:
Pres.: “Pai, perdoa-lhes! Eles não sabem o que fazem!”
Leitor 1: Depois fizeram um sorteio, repartindo entre si as roupas de Jesus. 35O povo permanecia lá, olhando. E até os chefes zombavam, dizendo:
Ass.: “A outros ele salvou. Salve-se a si mesmo, se, de fato, é o Cristo de Deus, o Escolhido!”
Leitor 1: 36Os soldados também caçoavam dele; aproximavam-se, ofereciam-lhe vinagre, 37e diziam:
Ass.: “Se és o rei dos judeus, salva-te a ti mesmo!”
Leitor 1: 38Acima dele havia um letreiro: “Este é o Rei dos Judeus”. 39Um dos malfeitores crucificados o insultava, dizendo:
Leitor 3: “Tu não és o Cristo? Salva-te a ti mesmo e a nós!”
Leitor 1: 40Mas o outro o repreendeu, dizendo:
Leitor 4: “Nem sequer temes a Deus, tu que sofres a mesma condenação? 41Para nós, é justo, porque estamos recebendo o que merecemos; mas ele não fez nada de mal”.
Leitor 1: 42E acrescentou:
Leitor 4: “Jesus, lembra-te de mim, quando entrares no teu reinado”.
Leitor 1: 43Jesus lhe respondeu:
Pres.: “Em verdade eu te digo: ainda hoje estarás comigo no Paraíso”.
Leitor 1: 44Já era mais ou menos meio-dia e uma escuridão cobriu toda a terra até as três horas da tarde, 45pois o sol parou de brilhar. A cortina do santuário rasgou-se pelo meio, 46e Jesus deu um forte grito:
Pres.: “Pai, em tuas mãos entrego o meu espírito”.
Leitor 1: Dizendo isso, expirou.
(Aqui todos se ajoelham e faz-se uma pausa)
Leitor 1: 47O oficial do exército romano viu o que acontecera e glorificou a Deus, dizendo:
Leitor 5: “De fato! Este homem era justo!”
Leitor 1: 48E as multidões, que tinham acorrido para assistir, viram o que havia acontecido e voltaram para casa, batendo no peito. 49Todos os conhecidos de Jesus, bem como as mulheres que o acompanhavam desde a Galileia, ficaram à distância, olhando essas coisas.


- Palavra da Salvação.

Deus está dizendo a Você Hoje:



Conheço . . . Teu medo,
. . . e os Teus sonhos.
Conheço . . . Tua estrada
. . . e sei exatamente o Teu destino.
Conheço-Te . . . por dentro.
. . . e sem Me pedir,
. . . Entendo o que Tu queres.
Conheço . . . o Teu sorriso,
. . . e Sei o que está dentro do Teu coração.
Conheço. . . e te Reconheço em qualquer lugar.
Sei do Teu amor, da Tua saudade.
. . . da esperança que Te faz lutar.
. . . Amo-Te pelo que Tu és, e
para Mim, és muito valiosa.
. . . Amo-Te, mesmo quando perdes
a confiança em Mim.
Acompanho-te e sempre Estou ao Seu lado!
. . . mesmo quando pensas que Te abandonei!
Vibro em cada minuto da Tua felicidade.
Me alegro e também choro contigo.
Sofro com cada dor.
. . . Te estendo Minhas Mãos a todo momento,
embora muitas vezes teimes em não Me pedires ajuda,
mesmo assim, Continuo a Te proteger...
Conheço-te,
porque eu te criei."
"Aquietai-vos, e sabei que Eu... sou DEUS."
Confie em mim . . .
SEMPRE.

sexta-feira, 26 de março de 2010

EVANGELHO DO DIA 27 DE MARÇO DE 2010

Evangelho (João 11,45-56)
Sábado, 27 de Março de 2010
5ª Semana da Quaresma


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 45muitos dos judeus que tinham ido à casa de Maria e viram o que Jesus fizera, creram nele. 46Alguns, porém, foram ter com os fariseus e contaram o que Jesus tinha feito. 47Então os sumos sacerdotes e os fariseus reuniram o Conselho e disseram: “Que faremos? Este homem realiza muitos sinais. 48Se deixamos que ele continue assim, todos vão acreditar nele, e virão os romanos e destruirão o nosso Lugar Santo e a nossa nação”.
49Um deles, chamado Caifás, sumo sacerdote em função naquele ano, disse: “Vós não entendeis nada. 50Não percebeis que é melhor um só morrer pelo povo do que perecer a nação inteira?” 51Caifás não falou isso por si mesmo. Sendo sumo sacerdote em função naquele ano, profetizou que Jesus iria morrer pela nação. 52E não só pela nação, mas também para reunir os filhos de Deus dispersos. 53A partir desse dia, as autoridades judaicas tomaram a decisão de matar Jesus.
54Por isso, Jesus não andava mais em público no meio dos judeus. Retirou-se para uma região perto do deserto, para a cidade chamada Efraim. Ali permaneceu com os seus discípulos. 55A Páscoa dos judeus estava próxima. Muita gente do campo tinha subido a Jerusalém para se purificar antes da Páscoa. 56Procuravam Jesus e, ao reunirem-se no Templo, comentavam entre si: “Que vos parece? Será que ele não vem para a festa?”


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

quinta-feira, 25 de março de 2010

EVANGELHO DO DIA 26-03-2010

Evangelho (João 10,31-42)
Sexta-Feira, 26 de Março de 2010
5ª Semana da Quaresm


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 31os judeus pegaram pedras para apedrejar Jesus. 32E ele lhes disse: “Por ordem do Pai, mostrei-vos muitas obras boas. Por qual delas me quereis apedrejar?”
33Os judeus responderam: “Não queremos te apedrejar por causa das obras boas, mas por causa de blasfêmia, porque sendo apenas um homem, tu te fazes Deus!” 34Jesus disse: “Acaso não está escrito na vossa Lei: ‘Eu disse: vós sois deuses’?
35Ora, ninguém pode anular a Escritura: se a Lei chama deuses as pessoas às quais se dirigiu a palavra de Deus, 36por que então me acusais de blasfêmia, quando eu digo que sou Filho de Deus, eu a quem o Pai consagrou e enviou ao mundo? 37Se não faço as obras do meu Pai, não acre¬diteis em mim. 38Mas, se eu as faço, mesmo que não queirais acreditar em mim, acreditai nas minhas obras, para que saibais e reconheçais que o Pai está em mim e eu no Pai”.
39Outra vez procuravam prender Jesus, mas ele escapou das mãos deles. 40Jesus passou para o outro lado do Jordão, e foi para o lugar onde, antes, João tinha batizado. E permaneceu ali. 41Muitos foram ter com ele, e diziam: “João não realizou nenhum sinal, mas tudo o que ele disse a respeito deste homem, é verdade”. 42E muitos, ali, acreditaram nele.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.







quarta-feira, 24 de março de 2010

EVANGELHO DO DIA 25-03-2010

Evangelho (Lucas 1,26-38)
Quinta-Feira, 25 de Março de 2010
Anunciação do Senhor

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 26o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, 27a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José. Ele era descendente de Davi e o nome da Virgem era Maria. 28O anjo entrou onde ela estava e disse: “Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!”
29Maria ficou perturbada com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação. 30O anjo, então, disse-lhe: “Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. 31Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus. 32Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi. 33Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó, e o seu reino não terá fim”.
34Maria perguntou ao anjo: “Como acontecerá isso, se eu não conheço homem algum?” 35O anjo respondeu: “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus. 36Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice. Este já é o sexto mês daquela que era considerada estéril, 37porque para Deus nada é impossível”. 38Maria, então, disse: “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!” E o anjo retirou-se.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

O papel das religiões na preservação e valorização da água


A água ocupa um lugar destacado nas crenças religiosas. Ao longo da história da humanidade tem desempenhado um importante papel nos rituais, símbolos e liturgias da maioria das religiões.

A religião é uma influência fundamental no pensamento e comportamento de um grande número de pessoas, tanto crentes como não crentes. Algumas das religiões mais importantes do mundo surgiram no Oriente Médio e em outras regiões onde a utilização e gestão da água sempre exerceram um papel central na vida das pessoas.

Frequentemente se fala da água como um presente de Deus. Os esforços para assegurar um suprimento suficiente de água tem se convertido no foco principal do desenvolvimento social, legal e político. A água é “especial” e as mudanças na maneira de geri-la e utilizá-la devem ser adotadas com cautela e sensibilidade para as atitudes e crenças preponderantes.

Os líderes religiosos desempenham um papel crucial na divulgação das mensagens recolhidas no 3º Informe (Informe das Nações Unidas sobre os recursos hídricos no mundo: A água em um mundo em constante mudança, de 2009):

• Influenciando as atitudes, as escolhas morais e o comportamento de seus fiéis para a água; todos eles condicionantes que repercutem no uso e na gestão da água.

• Motivando e mobilizando a grupos de pessoas para que desempenhem diferentes papéis a fim de alcançar objetivos comuns.

• Educando os jovens sobre o papel fundamental que exerce a água para alcançar objetivos sociais e de desenvolvimento.

• Dando exemplo ao utilizar a água com moderação e de maneira eficiente em suas próprias instituições e comunidades religiosas.

• Levando a cabo projetos e programas com a água como eixo central em colaboração com organizações beneficentes e ONGs com um cometido religioso.

• Representando a um grande número de fiéis para debater sobre o futuro dos recursos hídricos.


A maior parte das crenças dão um grande valor à participação dos indivíduos nas tarefas comunitárias. Para muitos, o lugar de culto é o centro da vida coletiva e na maioria das comunidades a água é tratada como uma responsabilidade coletiva. A água oferece uma oportunidade para o diálogo em numerosas ocasiões, inclusive entre partes antagônicas, exercendo um importante papel na construção da comunidade.

Em geral, os serviços públicos são os proprietários das redes de suprimento de água e se encarregam de sua gestão, mesmo que algumas operações possam ser delegadas a empresas privadas sujeitas à regulação pública. Não obstante, a gestão comunal e cooperativa é uma opção que tem dado bons resultados em alguns municípios.

Por exemplo, as comunidades de renda baixa de Manila, Filipinas, dependem da água fornecida por atacado e administrada em nível local, que é distribuída posteriormente mediante acordos coletivos.

Um aspecto de especial relevância na gestão de sistemas de irrigação e no saneamento é a tomada de decisões no seio da comunidade, tal como é testemunha a proliferação de Associações de Consumidores de Água. O 3º Informe apresenta numerosos exemplos de iniciativas que dependem de um alto grau de participação da comunidade. Nos países do sul da Ásia, entre outros, o modelo propugnado pelo movimento Saneamento Total liderado pela Comunidade (CLTS, por sua sigla em inglês) tem obtido um notável êxito. O CLTS conta com as iniciativas surgidas das comunidades locais, a tecnologia adequada e uma forte pressão de grupo para garantir a presença de latrinas em todos os povoados, substituindo o costume imperante de defecar ao ar livre. Em um cenário completamente diferente, o planejamento e a implementação dos sistemas condominiais das redes de esgoto local em algumas cidades do Brasil e em Karachi, Paquistão, dependem também em grande medida da participação da comunidade.


Fonte: http://www.aguaonline.com.br/materias.php?id=3049&cid=7&edicao=468

terça-feira, 23 de março de 2010

EVANGELHO DO DIA 24/03/2010

Evangelho (João 8,31-42)
Quarta-Feira, 24 de Março de 2010
5ª Semana da Quaresma

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 31Jesus disse aos judeus que nele tinham acreditado: “Se permanecerdes na minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos, 32e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”.
33Responderam eles: “Somos descendentes de Abraão, e nunca fomos escravos de ninguém. Como podes dizer: ‘Vós vos tornareis livres’?”
34Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade vos digo, todo aquele que comete pecado é escravo do pecado. 35O escravo não permanece para sempre numa família, mas o filho permanece nela para sempre. 36Se, pois, o Filho vos libertar, sereis verdadeiramente livres. 37Bem sei que sois descendentes de Abraão; no entanto, procurais matar-me, porque a minha palavra não é acolhida por vós. 38Eu falo o que vi junto do Pai; e vós fazeis o que ouvistes do vosso pai”.
39Eles responderam então: “Nosso pai é Abraão”. Disse-lhes Jesus: “Se sois filhos de Abraão, praticai as obras de Abraão! 40Mas agora, vós procurais matar-me, a mim, que vos falei a verdade que ouvi de Deus. Isto, Abraão não o fez. 41Vós fazeis as obras do vosso pai”.
Disseram-lhe, então: “Nós não nascemos do adultério, temos um só pai: Deus”. 42Respondeu-lhes Jesus: “Se Deus fosse vosso Pai, certamente me amaríeis, porque de Deus é que eu saí, e vim. Não vim por mim mesmo, mas foi ele que me enviou”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Dia 23 de março dia especial - Aniversário da RÁDIO TRINDADE SANTA

Dia de festa para o povo de Deus! Estamos completando 2 anos de caminhada..

Temos muito a agradecer a Deus pela oportunidade de evangelizar através desse canal de graça.

Deixamos aqui o espaço para os amigos da Rádio deixarem uma mensagem para toda a Equipe que tem ajudado seja na divulgação, seja na gravação de programas ou seja como for. Mande sua mensagem para nós!

Deus nos abençoe! Parabéns Trindade Santa! Deus te conserve sempre jovem e feliz!

Aguardamos o seu comentário!

EVANGELHO DO DIA 23/03/2010

Evangelho (João 8,21-30)
Terça-Feira, 23 de Março de 2010
5ª Semana da Quaresma






— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo disse Jesus aos fariseus: 21“Eu parto, e vós me procurareis, mas morrereis no vosso pecado. Para onde eu vou, vós não podeis ir”.
22Os judeus comentavam: “Por acaso, vai-se matar? Pois ele diz: ‘Para onde eu vou, vós não podeis ir’?”
23Jesus continuou: “Vós sois daqui debaixo, eu sou do alto. Vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo. 24Disse-vos que morrereis nos vossos pecados, porque, se não acreditais que eu sou, morrereis nos vossos pecados”.
25Perguntaram-lhe pois: “Quem és tu, então?” Jesus respondeu: “O que vos digo, desde o começo. 26Tenho muitas coisas a dizer a vosso respeito, e a julgar, também. Mas aquele que me enviou é fidedigno, e o que ouvi da parte dele é o que falo para o mundo”.27Eles não compreenderam que lhes estava falando do Pai. 28Por isso, Jesus continuou: “Quando tiverdes elevado o Filho do Homem, então sabereis que eu sou, e que nada faço por mim mesmo, mas apenas falo aquilo que o Pai me ensinou. 29Aquele que me enviou está comigo. Ele não me deixou sozinho, porque sempre faço o que é de seu agrado”. 30Enquanto Jesus assim falava, muitos acreditaram nele.


- Palavra da Salvação.

segunda-feira, 22 de março de 2010

DIA MUNDIAL DA AGUA 22-03-2010


DIA MUNDIAL DA ÁGUA
por D. Afonso XX, o Chato • 06h00 22mar10 | comente (0) | datas , água | dia mundial da água
(post enviado pelo Jubal Cabral Filho, nosso colaborador):

Hoje, 22 de março, se comemora o Dia Mundial da Água.

Deveria ser a comemoração para que todos tenham este bem único em abundancia necessária para suprir suas necessidades pessoais, familiares e públicas. Em abundância para que haja líquido para beber; para cozinhar; para banho; para lavagem de roupas e utensílios; para limpeza da casa; descarga dos aparelhos sanitários; rega de jardins e lavagem de veículos. Principalmente para que não o desperdicemos.

Nesta nossa região amazônica, onde existe uma capacidade de suprimento de água subterrânea e superficial sem igual tornamos nossos rios as latas de lixos diárias; tranformamos nosso suprimento subterrâneo em local contaminado e não nos preocupamos adequadamente para o futuro tão perto e tão sombrio.

A quantidade de água potável em toda a face da Terra é diminuta: 98% da água existente é salgada! E nem nos damos conta disso. Afinal, aqui na Amazônia detemos 74% dos recursos hídricos superficiais e é habitada por menos de 5% da população brasileira.

Mas, não podemos nos esquecer que sempre estamos sujeitos a enchentes colossais e secas crônicas, associada aos fenômenos de El Niño, La Niña, ou à variabilidade na temperatura da superfície do mar do Atlântico Tropical e Sul que podem gerar anomalias climáticas, como já
ocorreu em épocas passadas.

Não custa nem um pouco nos voltarmos para que sejam atendidas as propostas desta data em 2010: Tentar aumentar a consciência pública da importância da conservação dos recursos de água potável, é o objetivo do Dia Mundial da Água, que se assinala a 22 de Março. Este ano é
dedicado ao tema «Água Limpa para Um Mundo Saudável».

Em homenagem ao Dia Mundial da Água publico esta crônica retirada da revista biográfica "Crônica de los Tiempos" - Abril de 2002 :

CARTA ESCRITA EM 2070

Estamos em 2070, acabo de completar os 50, mas minha aparência é de alguém de 85.Tenho sérios problemas renais porque bebo muito pouca água. Creio que me resta pouco tempo. Hoje sou uma das pessoas mais idosas nesta sociedade.

Recordo quando tinha cinco anos. Tudo era muito diferente. Havia muitas árvores nos parques, as casas tinham bonitos jardins e eu podia desfrutar de um banho de chuveiro cerca de uma hora. Agora usamos toalhas em azeite mineral para limpar a pele. Antes todas as mulheres mostravam sua formosa cabeleira. Agora devemos rapar a cabeça para a manter limpa sem água.

Antes meu pai lavava o carro com água que saia de uma mangueira. Hoje os meninos não acreditam que a água se utilizava dessa forma. Recordo que havia muitos anúncios que diziam CUIDA DA ÁGUA, só que ninguém lhes ligava; pensávamos que a água jamais podia terminar. Agora, todos os rios, barragens, lagoas e mantos aqüíferos estão irreversivelmente contaminados ou esgotados.

Antes a quantidade de água indicada como ideal para beber oito copos de água por dia por pessoa adulta. Hoje só posso beber meio copo. A roupa é descartável, o que aumenta grandemente a quantidade de lixo; tivemos que voltar a usar poços sépticos (fossas) como no século passado porque as redes de esgotos não se usam por falta de água.

A aparência da população é horrorosa; corpos desfalecidos, enrugados pela desidratação, cheios de chagas na pele pelos raios ultravioletas que já não tem a capa de ozônio que os filtrava na atmosfera. Imensos desertos constituem a paisagem que nos rodeia por todos os lados. As infecções gastrintestinais, enfermidades da pele e das vias urinárias são principais causas de mortes.

A indústria ta paralisada e o desemprego é dramático. As fábricas dessanilizadoras são a principal fonte de emprego e pagam-te com água potável ao invés de salário. Os assaltos por um pouco de água são comuns nas ruas desertas. A comida é 80% sintética. Pela ressiquidade da pele de uma jovem de 20 anos está como se tivesse 40. Os cientistas investigam, mas não há solução possível.

Não se pode fabricar água, o oxigênio também ta degradado por falta de árvores o que diminuiu o coeficiente intelectual das novas gerações. Alterou-se a morfologia dos espermatozóides de muitos indivíduos, como conseqüência há muitos meninos com insuficiência, mutações e
deformações.

O governo até nos cobra pelo ar que respiramos, 137m³ por dia por habitante adulto. A gente que não pode pagar é retirada das "zonas ventiladas", que estão dotadas de gigantescos pulmões mecânicos que funcionam com energia solar, não são de boa qualidade, mas pode-se respirar, a idade média é 35 anos.

Em alguns países ficaram manchas de vegetação com seu respectivo rio que é fortemente vigiado pelo exército, a água tornou-se um tesouro muito cobiçado mais do que ouro e diamantes. Aqui em troca, não há arvores porque quase nunca chove, e quando chega a registrar-se precipitação, é chuva ácida; as estações do ano tem sido severamente transformadas pelas provas atômicas e da indústria contaminante do século XX.

Advertia-se que havia que cuidar do meio ambiente e ninguém fez caso.

Quando minha filha me pede que lhe fale de quando era jovem descrevo o bonito que eram os bosques, lhe falo da chuva, das flores, do agradável que era tomar banho e poder pescar nos rios e barragens, beber toda a água que quisesse, o saudável que era a gente.

Ela pergunta-me: Papai! Porque se acabou a água?

Então, sinto um nó na garganta; não posso deixar de me sentir culpado, porque pertenço à geração que terminou destruindo o meio ambiente ou simplesmente não tomamos em conta tantos avisos.

Agora nossos filhos pagam um preço alto e sinceramente creio que ha vida na terra já não será possível dentro de muito pouco porque a destruição do meio ambiente chegou a um ponto irreversível. Como gostaria de voltar atrás e fazer com que toda a humanidade compreendesse isto quando ainda podíamos fazer algo para salvar o nosso planeta Terra!

domingo, 21 de março de 2010

EVANGELHO DIA 21/03/2010

Evangelho (João 8,1-11)
Segunda-Feira, 21 de Março de 2010
5ª Semana da Quaresma




— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus foi para o monte das Oliveiras. 2De madrugada, voltou de novo ao Templo. Todo o povo se reuniu em volta dele. Sentando-se, começou a ensiná-los. 3Entretanto, os mestres da Lei e os fariseus trouxeram uma mulher surpreendida em adultério. Levando-a para o meio deles, 4disseram a Jesus: “Mestre, esta mulher foi surpreendida em flagrante adultério. 5Moisés na Lei mandou apedrejar tais mulheres. Que dizes tu?”
6Perguntavam isso para experimentar Jesus e para terem motivo de o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, começou a escrever com o dedo no chão. 7Como persistissem em interrogá-lo, Jesus ergueu-se e disse: “Quem dentre vós não tiver pecado, seja o primeiro a atirar-lhe uma pedra”. 8E tornando a inclinar-se, continuou a escrever no chão.
9E eles, ouvindo o que Jesus falou, foram saindo um a um, a começar pelos mais velhos; e Jesus ficou sozinho, com a mulher que estava lá, no meio, em pé. 10Então Jesus se levantou e disse: “Mulher, onde estão eles? Ninguém te condenou?” 11Ela respondeu: “Ninguém, Senhor”. Então Jesus lhe disse: “Eu, também, não te condeno. Podes ir, e de agora em diante não peques mais”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

quinta-feira, 18 de março de 2010

EVAGELHO DO DIA 19-03-2010 DIA DE SAO JOSE




Envangelho (Mateus 1,16.18-21.24a)
Sexta-Feira, 19 de Março de 2010
São José, Esposo da Virgem Maria





— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor!

16Jacó gerou José, o esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que é chamado o Cristo. 18A origem de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava prometida em casamento a José, e, antes de viverem juntos, ela ficou grávida pela ação do Espírito Santo. 19José, seu marido, era justo e, não querendo denunciá-la, resolveu abandonar Maria em segredo. 20Enquanto José pensava nisso, eis que o anjo do Senhor apareceu-lhe, em sonho, e lhe disse: “José, Filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como tua esposa, porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo.
21Ela dará à luz um filho, e tu lhe darás o nome de Jesus, pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados”. 24aQuando acordou, José fez conforme o anjo do Senhor havia mandado.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor!

OU (Escolhe-se um dos evangelhos)


Evangelho (Lc 2,41-51a)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!

41Os pais de Jesus iam todos os anos a Jerusalém, para a festa da Páscoa. 42Quando ele completou doze anos, subiram para a festa, como de costume. 43Passados os dias da Páscoa, começaram a viagem de volta, mas o menino Jesus ficou em Jerusalém, sem que seus pais o notassem. 44Pensando que ele estivesse na caravana, caminharam um dia inteiro. Depois começaram a procurá-lo entre os parentes e conhecidos. 45Não o tendo encontrado, voltaram para Jerusalém à sua procura. 46Três dias depois, o encontraram no Templo. Estava sentado no meio dos mestres, escutando e fazendo perguntas. 47Todos os que ouviam o menino estavam maravilhados com sua inteligência e suas respostas. 48Ao vê-lo, seus pais ficaram muito admirados e sua mãe lhe disse: “Meu filho, por que agiste assim conosco? Olha que teu pai e eu estávamos, angustiados, à tua procura”.
49Jesus respondeu: “Por que me procuráveis? Não sabeis que devo estar na casa de meu Pai?” 50Eles, porém, não compreenderam as Palavras que lhes dissera. 51aJesus desceu então com seus pais para Nazaré, e era-lhes obediente.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

"Por Deus, tenham um blog!" Diz Papa Bento XVI aos Padres

Por de Deus, tenham um blog!, disse o papa Bento XVI aos padres católicos no dia 23/01/10, afirmando que eles devem aprender a usar novas formas de comunicação para espalhar as mensagens do evangelho. "Os padres são assim desafiados a proclamar o evangelho empregando as últimas gerações de recursos audiovisuais - imagens, vídeos, atributos animados, blogs, sites - que juntamente com os meios tradicionais podem abrir novas visões para o diálogo, evangelização e catequização", disse ele.

Em sua mensagem para a Igreja Católica no Dia Mundial da Comunicação, o Papa, 82 anos e conhecido por não amar computadores ou a internet, reconheceu que os padres devem aproveitar ao máximo o "rico menu de opções" oferecido pelas novas tecnologias.

Os padres, disse ele, precisam responder aos desafios das "mudanças culturais de hoje" se quiserem chegar aos mais jovens. Mas Bento XVI alertou os padres de que não tentem tornarem-se estrelas da nova mídia. "Os padres no mundo das comunicações digitais devem ser mais chamativos pelos seus corações religiosos do que por seus talentos comunicativos", disse ele.

No ano passado um novo site do Vaticano, www.pope2you.net, foi lançado, oferecendo um novo aplicativo chamado "O Papa se encontra com você no Facebook", e outro permitindo acesso aos discursos e mensagens do Papa nos iPhones ou iPods dos fiéis.

Bento XVI ainda escreve a maior parte de seus discursos à mão, em alemão, e seus ajudantes mais jovens ficam a cargo de colocá-los em conteúdo digital.

Fonte:http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI4222680-EI4802,00-Por+Deus+tenham+um+blog+diz+Papa+Bento+XIV+aos+padres.html

quarta-feira, 17 de março de 2010

Terço da Vitória pelo Poder do Sangue de Jesus



Rezar o creio


Primeiro mistério: Clamamos o sangue de Jesus.Que nos lave, nos purifique e nos liberte de nossos pecados.


Rezar Pai Nosso


Eu sou vitorioso pelo Sangue de Jesus (repetir 10 vezes)

Segundo mistério: Clamamos o Sangue de Jesus para que quebre todas as maldições sobre nós e sobre nossas famílias.


Rezar Pai Nosso


Pelo poder do sangue de Jesus, quebro todas as maldições sobre nós e nossas famílias (repetir 10 vezes)

Terceiro mistério: Clamamos o sangue de Jesus sobre nossos relacionamentos afetivos,nossos pais,esposos(as),amigos e aqueles a quem amamos.


Rezar Pai Nosso


Pelo poder do sangue de Jesus, quebro e dissolvo toda desarmonia,desavença e falta de compreensão em nossas vidas para que flua o amor.(repetir 10 vezes)

Quarto mistério: Clamamos o sangue de Jesus para quebrar toda dificuldade em nossos trabalhos e pastorais.


Rezar Pai NossoPelo poder do sangue de Jesus, quebramos toda dificuldade em nosso trabalhos.(repetir 10 vezes)


Quinto mistério: Clamamos o sangue de Jesus pela nossa saúde e de todos aqueles pelos quais somos responsáveis e que nos pedem orações.


Rezar Pai NossoPelo poder do sangue de Jesus seja restaurada a nossa saúde e a de todos aqueles pelos quais somos responsáveis e que nos pedem orações.(repetir 10 vezes)

Rezar a Salve Rainha

LIÇAO DE VIDA


MENSAGEM E TERÇO BIZANTINO




MENSAGEM

Lição de Vida

Ame a vida como ela é:

Com seus dias nublados e outros de sol,

Com suas lágrimas e seus sorrisos,

Com seus insucessos, fraquezas e suas vitórias!

Ame os seus amigos, pois a eles você deve vários momentos de sua vida!

Ame sua família, pois a eles você deve sua vida!

Ame a Deus, pois Ele é a verdadeira vida.

Demonstre esse amor, pois a vida é muito curta e um pequeno gesto seu pode salvar a vida de alguém.

Hoje, Você já disse a alguém que o ama e que é especial para você?

Pratique uma boa ação, seja um anjo na vida de uma pessoa... Nesta Via Sacra.

Faça algo por alguém, por mais simples que seja certamente terá um grande valor para Deus e para ela...

E juntos estaremos evangelizandooooooooooooo.

SO A DEUS AMARAS


Quarta, 17 de Março de 2010
Só a Deus amarás
”É próprio da alma sensível ao amor e a Deus procurar sempre a glória de Deus, deleitando-se em realizar todos os preceitos com submissão. Porque a Deus, por causa de sua magnificência, convém a glória. Ao homem, porém, convém a submissão que nos faz familiares de Deus. Quando procedemos assim, nós nos alegraremos com a glória do Senhor e, a exemplo de João Batista, começaremos a dizer sem nunca cessar: É preciso que Ele cresça e que nós diminuamos.

Quem ama a Deus no íntimo do coração é por Ele conhecido. Pois de toda a caridade de Deus que alguém guarda no fundo da alma, nesta mesma medida o ama. Por isso, vem a amar com extremos a luz do conhecimento, a ponto de senti-la até nos ossos. Já não se conhece mais a si mesmo. Está todo transformado pela caridade” (Diádoco de Foticéia, bispo).

Peçamos hoje ao Senhor a graça de reconhecer o Seu amor por nós, para que possamos amá-Lo cada vez mais.

Jesus, eu confio em Vós!

Ler / postar comentário Enviar para

TEMOS FORÇA PRA VIVER O HOJE


Quarta-Feira, 17 de março 2010
Temos força para viver o hoje
Deus nos deu a capacidade de aguentar a carga do dia a dia. Mas, se acumulamos tudo: presente, passado e futuro, não há quem aguente a sobrecarga. O que passou passou; o que virá virá. Há um tempo para cada coisa.

Vivemos nos atormentando com as preocupações. Pior ainda quando vivemos em função das preocupações do amanhã, do ano que vem, de "quando eu me casar", da minha velhice... Nenhum ser humano normal aguenta todo esse peso.

A cada momento eu tenho o peso das preocupações próprias daquele dia. Problemas, cruzes e sofrimentos, sempre os teremos, mas Deus divide esse peso dia por dia.

Com sabedoria e bondade, Deus dividiu o peso, dia por dia, para não nos atormentar e estragar a nossa vida. Há muita gente que vive “estraçalhada” porque quer carregar tudo: o presente, o passado e o futuro, vivendo preocupações antecipadas.

O Senhor quer tirar o peso dos nossos ombros. Ele está fazendo uma obra nova em nossos corações, mudando nossa maneira de ver e de enfrentar as situações. Deus não nos quer preocupados e tristes. Ele não nos quer velhos antes do tempo.


Trecho do livro "Combatentes na alegria" de monsenhor Jonas Abib

Monsenhor Jonas Abib

terça-feira, 16 de março de 2010

ATENÇÃO!

Graça e Paz!

Hoje, terça-feira as 21:30h comecaremos um novo programa aqui na rádio.

MESA VIRTUAL acontecerá todas as terças-feiras às 21:30h e você está convidado a fazer parte deste debate.

Através da participação de convidados e amigos da Rádio vamos fazer uma grande partilha de vida e de conhecimentos.

Não fique fora dessa!!!

Equipe Trindade Santa.

quinta-feira, 11 de março de 2010

Ser santo ou ser herói?

Os santos desejam fazer grandes coisas, mas reconhecem que fizeram pouco ou nada...
O verdadeiro chamado: a santidade .
Infelizmente passei algum tempo para entender que o caminho da Boa Nova não gera heróis e sim santos.
Jesus não me chama a ser um herói, mas a ser santo, não me chama a fazer grandes coisas, nem a mudar o mundo com as minhas próprias forças.
O herói tem que ser forte, revolucionar, aceitar, agradar, provar o seu poder, tem prioridades, honras, mérito, é modelo.
Os seguidores de Jesus Cristo, o Deus feito homem, eram os fracos, os pecadores e os mal falados do Evangelho.
Não eram os sábios, não tinham a coragem necessária para um guerreiro, um herói. Que decepção!
Que dor para o menino que tanto sonhou poder ser ou fazer alguma coisa.
Bendita alegria para o homem que hoje vê que tudo pode naquele que a fortalece.
Santos, fracos, loucos, mas acima de tudo bem-aventurados.
Os heróis contam com a força, os santos com a graça.
“Basta-te a minha graça”, disse o Senhor a São Paulo.
Os santos desejam fazer grandes coisas, mas reconhecem que fizeram pouco ou nada, que são servos inúteis, não esperam aplausos, nem as primeiras cadeiras, nem o apoio da mídia para anunciar suas dores, sacrifícios e lágrimas derramadas pelos pecados dos que “na sombra da morte estão sentados”, mas acima de tudo pelo seu próprio pecado.
Os heróis querem mudar o mundo, os outros, as estruturas, os santos desejam mudar o seu coração, pois sabem bem que é de lá que procedem todos os males, mas também sabem que não têm força para isso. Apenas gritam e clamam o auxílio do Senhor.
Não se desesperam, não se acusam quando caem ou erram, reconhecem-se pequenos e por isso permitem-se levantar-se com facilidade.
Experimentam que é melhor cair nas mãos de Deus do que nas mãos dos homens, porque esses julgam conforme a aparência, mas Deus vê o coração.
O herói leva fardo, é escravo das honras. O santo é livre, ninguém lhe dá honras.
Não deseja ser bom, provou em sua vida que só Deus é bom.
Não mendiga atenção pelos seus dons, nem se vende por migalhas, sabe quem é o seu mestre e que não é mais do que Ele.
Faz memória da vida do seu Mestre, dos mártires e não busca o aplauso dos homens porque a multidão que aclamou Jesus, logo depois gritou crucifica-O.
Essa é a vida do santo. O herói sobe, o santo desce. O herói faz-se obedecer pelo seu poder, o santo pelo seu amor a Deus.
O herói é exaltado, o santo humilhado, busca a coroa imperecível, o seu reino não é deste mundo.
É bem verdade que nem todos nasceram para serem heróis, é um caminho exigente, mas é certo que todos nasceram para serem santos.
O heroísmo gera orgulho, a santidade humildade. “Não fazeis como os grandes deste mundo, diz Jesus!
“Qualquer pessoa, porque mais pobre, por mais ferida que seja pode aspirar à santidade a partir da sua situação real, ainda que fosse a mais marginal, tanto no aspecto psicológico como moral.” “não há santo sem passado, nem pecador sem futuro.”
Ser santo não é ser virtuoso ou moralmente perfeito.
“Os feridos da vida, os fracos, os alcoólicos, os chagados, os dependentes de todos os tipos, os pobres que aceitam sofrer a sua miséria e lutar apesar de tudo, abrem-se a misericórdia e entram, como o bom ladrão, no Reino de Deus antes dos puros que depositam em si mesmos a confiança, contando com as suas virtudes naturais.”
Não podemos esquecer que a gratuidade da misericórdia de Deus nos ultrapassa, “nada é impossível a Deus”.
A nossa fraqueza não pode ser obstáculo para o nosso caminho de santidade, mas sim a nossa falta de desejo.
“Ser santo e ser herói são caminhos bem diferentes. O herói é o homem da sua vontade; o Santo é o homem da graça.
O herói está penetrado da sua força; o Santo persuadido da sua fraqueza.
O herói trabalha para a sua glória, para o triunfo das causas temporais.
O Santo tem em vista a glória de Deus. O herói tem o sentido do homem; o Santo tem o sentido de Deus.”
(Pierre Blanchard).
“Nunca um homem será mais ferido pela vida do que amado por Deus, nunca”.
“Quanto mais à cana de açúcar é triturada mais se torna doce”.

Precisamos de amor puro


Precisamos do amor puro uns dos outros. Nós, homens, precisamos do amor puro das mulheres. As mulheres precisam do amor puro dos homens. Os rapazes precisam do amor puro das moças. As moças precisam do amor puro dos rapazes. Precisamos do amor puro dos amigos, dos colegas.

Quantas poesias e canções foram feitas sobre a amizade? Não é à toa que se diz que amigo se guarda do lado esquerdo do peito!

Precisamos do amor puro uns dos outros, porque fomos criados à imagem e semelhança de Deus, porque fomos criados para amar e receber amor. Amar e ser amado faz parte da essência do ser humano. O amor é a essência da vida.

Amigo não é apenas um conhecido, colega, companheiro... Não!
Amigo é amigo. Se eu quisesse definir amigo e amizade teria de encontrar as palavras certas e o conceito exato, pois amigo não é uma coisa qualquer. Por isso a Palavra de Deus nos diz que “Quem encontrou um amigo encontrou um tesouro”.

Retirado do livro "Fragmentos de uma vida em Deus"

Monsenhor Jonas Abib

quinta-feira, 4 de março de 2010

O segredo é orar com fervor


A dor de muitas mulheres é a de não ter um marido formado pelo Espírito Santo, confiante na Palavra, homem de oração e fiel a Deus. Talvez as situações pelas quais atravessam sejam tão difíceis justamente por não terem um marido santo. É hora de empenhar-se, de lutar, sofrer e de orar com fervor. É tempo de resgatar seu lar, seu marido, seu casamento. Que São José a ajude e a faça semelhante a Maria.

Creio que para muitas mulheres falta essa entrega. Querem o esposo em Deus, mas o seguram... é certo que todo homem é bastante independente. A cabeça tem de ser independente! O coração é diferente, está preso dentro do tórax e bem defendido! Mas a cabeça tem de ficar fora, ser autônoma. O homem é a cabeça; a mulher, o coração. Cada um no seu lugar. Ciúme não resolve nada. Deixe seu marido livre para Deus. É a melhor maneira de garanti-lo para si.

Os homens precisam de coração. Graças a Deus, as mulheres, que são o coração, têm "batido" bem. Sim, felizmente são elas que têm sustentado tanto os homens como as famílias. Mas é preciso que a cabeça esteja unida ao coração, desempenhando a função que lhe cabe.

Com razão, o anjo disse a Maria: "Ave Cheia de Graça!". E Isabel disse a Ela: "Bendita és tu entre as mulheres!". Não resta dúvida de que Ela foi "bendita entre as mulheres". Mas Deus colocou José para ser a cabeça de Maria, e esta respeitou essa hierarquia, confiando-lhe as ordens do Senhor. O canal da graça, da bênção, da santidade para Maria era José.

Este é o segredo para você mulher: querer o seu marido cada vez mais santo. Para isso, pedir, rezar, suplicar, jejuar. Quanto mais ele for santo, tanto mais ele será canal para você ser de Deus. O Pai não a quer santa sozinha. Você precisa de seu marido e ele precisa de você. Deus quer marido e mulher caminhando juntos para a santidade.

Retirado do livro "Homem e mulher em sintonia"

Monsenhor Jonas Abib

segunda-feira, 1 de março de 2010

Oração que transfigura


O Evangelho de Lucas - em várias passagens - apresenta Jesus rezando, para mostrar que a missão do Filho é uma resposta à vontade do Pai alimentada com oração.

Enquanto os discípulos dormem pesado, Jesu reza e se mostra transfigurado. Mas eles acordam a tempo de vê-lo com outro rosto e com roupas que reluziam de tão brancas. Era uma antecipação do que seria o Senhor Jesus ressuscitado, depois que ele fizesse sua passagem pela morte de cruz. E é exatamente sobre esta passagem, o êxodo, que Jesus conversa com Moisés e Elias, representantes da lei e dos profetas.

Rezar é conversar com Deus, apresentar-lhe humildemente nossa vida e dar a Deus tempo e espaço para que ele nos fale. A oração que Jesus nos ensina é a oração que transfigura. Não porque nos tira do mundo, mas porque, nos permite encontrar em Deus algo de sua própria glória. Transfigura porque, ao mesmo tempo que nos projeta para uma realidade nova, nos encoraja a seguir a mesma missão de Jesus e a continuar acreditando no poder das relações fraternas.

Não tem sentido, portanto, a proposta de Pedro de armar as três tendas e ficar na comodidade. Jesus ainda tinha uma missão a cumprir, e os discípulos também. Rezar é como "recarregar as baterias", para voltar fortalecidos ao compromisso do dia a dia. E como necessitamos dessa força, encontrada na oração...

Temos um Deus que mostra sua glória no Filho ressuscitado. Que mostra sua glória na vida humana vivida com dignidade, ética, respeito e justiça. O mestre, transfigurado em oração, continua a alimentar-nos e encoraja nossa missão. Continua a recordar-nos o valor fundamental da oração. Uma vida orante que leva à ação depende somente de nós. Mesmo que por vezes durmamos, acordemos a tempo de experimentar a glória de Deus em nossa própria vida.

Pe. Paulo Bazaglia, ssp.

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...